windbyinternet portugues ingles frances espanhol alemao O Portal da Construção | O Portal Saúde | O Portal de Turismo | O Portal de Negócios | Luxos Online | Shopping Online | Shopping Lisboa | EasyPro

packs lojas Notícias

Metade das compras 'online' nacionais são feitas em retalhistas que operam em Portugal

2017-11-12
Metade das compras na Internet feitas em Portugal é realizada em retalhistas que operam no mercado português e um quinto em entidades que operam na Europa, de acordo com um estudo sobre comércio eletrónico divulgado hoje pelos CTT.

Esta é uma das conclusões do estudo "e-Commerce Report - CTT 2017", realizado entre e maio e julho deste ano e encomendado pelos Correios de Portugal.

"Esta é a segunda edição do dia do e-commerce [comércio eletrónico] que organizamos", disse à Lusa o administrador dos CTT Francisco Simão, salientando que as tendências observadas "são muito positivas".

No que se refere ao volume de compras 'online' "por origem dos 'esellers' [retalhistas com vendas 'online], constata-se que cerca de metade é feita a 'esellers' que operam no mercado nacional e um quinto" a entidades "que operam no mercado europeu", refere o estudo.

As compras feitas a retalhistas presentes na China "aumentaram de 14% para 20% do total de compras 'online'", ou seja, mais 43 pontos percentuais face ao ano anterior.

No que refere à Europa, o Reino Unido e Espanha "mantêm-se como principais origens para a compra 'cross-border' [fronteira], tendo as compras em Espanha aumentado 8,4%", mais um ponto percentual face ao ano anterior.

Sobre o perfil do comprador português na Internet ('ebuyer', o estudo concluiu que se distribui "de forma equilibrada entre os dois géneros (52% sexo feminino e 48% sexo masculino), sendo que oito em cada dez tem até 44 anos de idade e 70,1% possuem habilitações académicas: licenciatura ou mestrado.

"Quanto ao rendimento médio mensal, dois em cada três [consumidores 'online'] auferem mais de 1.600 euros por mês. Em termos de lazer passam cerca de três horas, em média, por dia a navegar na Internet", acrescenta o estudo.

"O 'e-commerce' em Portugal cresce mais de 10% e as pessoas que compram 'online crescem mais de 20% todos os anos", apontou o administrador dos CTT.

No ano passado, o comércio eletrónico cresceu 10,5%.

"Sentimos que há uma novidade muito grande no transporte de encomendas, os consumidores querem cada vez mais as encomendas mais rápidas, convenientes e com segurança", salientou Francisco Simão.

Este estudo é encomendado pelos CTT para "acompanhar as tendências" e, nesse sentido, criar "uma resposta em termos de oferta comercial".

Por exemplo, "o serviço de entrega permanece uma componente importante" para o comprador 'online', "dado que oito em cada dez 'ebuyers' o consideram 'importante' ou 'muito importante'", acrescenta o estudo feito com base em 700 inquéritos telefónicos a compradores 'online', 100 questionários telefónicos a retalhistas com venda na Internet, 13 entrevistas presenciais a 'esellers' e sete entrevistas presenciais a operadores de distribuição.

O administrador dos CTT deu ainda o exemplo de novas ofertas de serviços que os Correios lançaram, como a aplicação (app) que permite ao consumidor acompanhar a 'viagem' da sua encomenda, o alargamento das opções de entrega ou mesmo os cacifos automáticos, estes últimos a funcionar em projeto-piloto.

"Vamos ter cinco [cacifos automáticos]" nesta fase inicial, acrescentou.

Outra das novidades é o lançamento da 'Uber' das encomendas, uma plataforma que permite enviar e receber em menos de duas horas uma encomenda.

"Temos de responder a estas tendências com uma oferta conveniente para sermos vistos como um 'player'", salientou Francisco Simão, adiantando que os Correios de Portugal estão a "transportar quase 10% mais de volume de tráfego".

Fonte: https://www.dn.pt/lusa/interior/metade-das-compras-online-nacionais-sao-feitas-em-retalhistas-que-operam-em-portugal---estudo-8908406.html

36% da população portuguesa já faz compras online
73% da população portuguesa utiliza a internet e 36% já realiza compras em canais online. A conclusão é o ‘Estudo Anual da Economia e da Sociedade Digital em Portugal”,...

Millennials em Portugal têm novos hábitos de compras online
A geração dos chamados millennials representará 47% da população ativa na Europa em 2025. Até lá, vai marcando tendências com as suas escolhas e comportamentos,...

Os portugueses estão mais disponíveis para fazer compras online
Um mundo de vantagens nas compras online. Evitar filas, poupar, escolher apenas o que quer comprar, a qualquer hora, receber as compras no conforto do lar ou na morada que...

Portugal Digital. Apenas 39% das empresas estão online
Apenas 27% das empresas nacionais efetuam negócios online, com 54% das grandes empresas já dedicadas ao e-commerce. Apenas 39% das empresas portuguesas têm presença online,...

Pagamentos mobile começam a “roubar” adeptos de cartões de crédito e débito
De acordo com o relatório “Economia da Informação 2017”, divulgado pela ONU na última segunda-feira (02), métodos de pagamento digitais alternativos — tais como...

CTT promove oferta para e-commerce com nova campanha
Os CTT colocaram no ar uma nova campanha publicitária que pretende promover a sua oferta para e-commerce. Sob o conceito ‘Homem Encomenda’ , a nova campanha pretende...

Toysrus pede insolvência - Resultando do facto de não ter apostado em vendas online
A Toys "R" Us, a gigante do retalho, que durante anos tem feito as delícias dos mais pequenos, entregou um pedido de insolvência, na sequência de uma dívida esmagadora de um...

Portugal está determinado a tributar compras online
Portugal junta-se a um grupo de Estados-membros da União Europeia que quer tributar já a economia digital. O país "estará muito ativo nestes trabalhos", garante o Governo,...

Há cada vez mais portugueses a pensar comprar material escolar online
Há (muitos) mais portugueses a ponderar recorrer ao comércio online para comprar material escolar. O estudo Observador Cetelem Regresso às Aulas 2017 revelou que o número de...

Wal-Mart, o maior retalhista do mundo, vai associar-se em Setembro à Google para entrar em força no comércio eletrónico
1 PORQUE HÁ ALIANÇAS NO COMÉRCIO ONLINE? Esta parceria entre Wal-Mart e a Google é uma resposta à Amazon, cujo negócio de comércio eletrónico está a tornar-se uma...

Partilhe esta página  

close Estamos a usar cookies para lhe dar a melhor experiência em nosso site. Ao continuar a utilizar o nosso website concorda com a nossa utilização de cookies.
Para mais informações leia a nossa Politica de Privacidade

top